segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

BARAÚNAS VENCE O ALECRIM NA ARENA E POTIGUAR BATE O ASSU NO EDGARZÃO

O Baraúnas estreou com vitória no Campeonato Potiguar 2017. Na tarde deste domingo, o Leão do Oeste venceu o Alecrim, por 2 a 0, na Arena das Dunas. Os gols do Tricolor de Mossoró foram marcados pelo meia Beleu, aos 22 minutos e pelo Caio Dittmar, de pênalti, aos 41 minutos, ambos no segundo tempo. Antes da partida, o Verdão teve uma baixa importante com a ausência do goleiro Messi, que sofreu um com dores na região lombar e foi vetado pelo departamento médico. Com resultado, o Baraúnas divide a liderança do estadual com o ABC, que venceu o Globo FC por 2 a 0, no Frasqueirão.

RN - Baraúnas vence Alecrim por 2 a 0 na Arena das Dunas, em Natal (Foto: Yhan Victor/ACEC Baraúnas/Divulgação)

Potiguar vence o Assu
No Estádio Edgarzão, Assu e Potiguar de Mossoró fizeram uma partida de poucas emoções, mas com muitos problemas extracampo. No primeiro tempo, em duas jogadas ofensivas saíram os gols. Aos nove minutos do primeiro tempo, Lucy Júnior abriu o placar, após aproveitar uma sobra de bola em cobrança de escanteio. O gol do atacante do Potiguar foi o primeiro do estadual. A resposta do Camaleão do Vale foi aos 25 minutos, com Dhiego Lomba, que conseguiu o empate.
No intervalo da partida, um apagão no sistema de iluminação causou a paralisação de cerca de 20 minutos do jogo. Apesar da iluminação ser restabelecida, o estádio ainda estava escuro. Mesmo assim o árbitro Zandick Gondim Alves Júnior retomou o jogo e levou o confronto até os 49 minutos. Aos 40 minutos, Silas foi expulso no Assu. Nos acréscimos, o volante Jozicley marcou o segundo gol e deu a vitória ao Time Macho.
FONTE: globoesporte.com/rn

" UM JOGO ATÍPICO", CONTA SURIAN APÓS ESTREIA SEM GOLS E EXPULSÃO PRECOCE

Santa Cruz de Natal x América-RN - Arena das Dunas (Foto: Canindé Pereira/América FC/Divulgação)


A expulsão do meia Marcos Júnior acabou frustrando os planos do América-RN na estreia do Campeonato Potiguar. O jogador cometeu uma falta no atacante Índio Oliveira, aos 15 minutos do primeiro tempo no duelo contra o Santa Cruz de Natal, e acabou saindo da partida. Com um homem a menos, o técnico Felipe Surian precisou modificar a formação tática da equipe alvirrubra e viu os jogadores com boa movimentação, velocidade e troca de passes. Apesar disso, o treinador lamentou a falta de pontaria do ataque americano, que ainda esbarrou em uma noite inspirada do goleiro Daylon, do Santa.
- Um jogo atípico, porque perdemos um atleta logo aos 15 minutos do primeiro tempo e prejudicou um pouco o nosso conteúdo de jogo, em termos táticos. Mas, conseguimos ajustar o posicionamento do nosso setor defensivo e explorar os contra-ataques. Tivemos um volume bom, não com tanta eficiência, com um a menos, jogando com uma equipe qualificada e que conseguiu mostrar um bom futebol, nós tivemos boas jogadas e uma boa chegou a bater na trave, em um lance de bola parada, e infelicidade de ser um defensor naquele lance e não conseguiu fazer ao gol. Como foi o primeiro jogo, sabíamos que seria um jogo complicado, com um baixo rendimento de alguns atletas, mas no geral, devido a circunstância da expulsão, ficou de bom tamanho - analisou Surian.
As opções ofensivas do América-RN para a partida foram os atacantes Dija Baiano, Luiz Eduardo e Raul, que não esteve bem no primeiro tempo e, por conta da expulsão de Marcos Júnior, acabou sacado da partida. Em relação a Dija, Surian elogiou a apresentação do jogador e lamentou a falta de opções para os contra-ataques alvirrubros.
Santa Cruz de Natal x América-RN - Arena das Dunas (Foto: Diego Simonetti/Santa Cruz de Natal)
- O Dija (Baiano) esteve muito bem na partida e faltamos explorar o lado contrário. Quando chegava a bola no Dija, ele consegui fazer as jogadas. Quando mudava de lado, a gente não consegui fazer isso. Prejudica um pouco a equipe, porque a gente fica dependendo sempre de um jogador e, com um a menos, ficamos com pouca força de ataque, porque precisamos fechar o meio-campo e não exploramos os homens mais velozes pelas beiradas. Isso foi um fator que nos prejudicou em campo - contou.
Apesar do empate sem gols na estreia do estadual, Felipe Surian ressaltou que o Mecão teve uma bom desempenho em campo. O treinador destacou a organização defensiva em campo, mesmo com um jogador a menos. Por conta disso, lamentou a perda ofensiva e a posse de bola no meio-campo.
- (O time) está no caminho. Os jogadores muito comprometidos taticamente. No início da partida e até os 15 minutos iniciais, tem aquela adrenalina ainda que eles estão soltando, e foi logo onde perdemos o homem. Tivemos alguns deslizes, o Maracás foi infeliz em um lance, mas o Vinícius estava ligado. Mesmo com a expulsão, a equipe se organizou defensivamente e foi muito bem taticamente. Faltou essa questão de ter um pouco mais de volume. Eu vou tentar ajustar no próximo jogo essa variação para o outro lado, porque o Dija estava bem - completou.

FONTE: globoesporte.com/rn



sábado, 14 de janeiro de 2017

GUIA DO POTIGUAR: ABC BUSCA O BI COM "FAMOSOS" E CAÇULAS FORTE


Header_CAMPEONATO_POTIGUAR (Foto: Infoesporte)

O Campeonato Potiguar 2017 tem o pontapé inicial neste fim de semana e a expectativa é de uma competição com emoção até o apito final, no mês de abril. Até lá, oito clubes disputam a taça de campeão estadual, conquistada no ano passado pelo ABC, o 53º da história do Mais Querido e recordista brasileiro. Para superar o atual vencedor, sete concorrentes querem mostrar que podem dominar a bola dentro das quatro linhas. 
A abertura acontece neste sábado, às 20h, com o duelo entre Santa Cruz de Natal e América-RN. O confronto marca a estreia do Tricolor natalense na elite potiguar contra o Alvirrubro centenário, que busca se reerguer após um 2016 de crise no futebol com a queda para a Série D nacional. A partida acontece na Arena das Dunas, em Natal.
ABC campeão potiguar (Foto: Augusto Gomes/GloboEsporte.com)

Na montagem dos elencos, nomes com currículos vitoriosos, como o técnico Felipe Surian, que conquistou a Série D do Campeonato Brasileiro pelo Volta Redonda e foi contratado pelo América-RN. O ex-jogador e técnico Athirson Mazzoli, ídolo do Flamengo e com passagem pela seleção brasileira, assumiu o Alecrim e traz a esperança de quebrar um jejum de mais de 30 anos sem um título, que terá ainda o atacante André Neles, ex-Palmeiras e América-RN, como reforço para os gols. O Assu entra com uma parceria com um grupo de colombianos e aposta no intercâmbio esportivo. 
O Baraúnas aposta no ex-jogador Barata no comando técnico e na experiência de Nildo, jogador mais velho da competição com 41 anos. O Globo FC, única equipe a iniciar a preparação com 55 dias de atividades e que manteve a base dos anos anteriores, tem apenas um reforço: o meia Bismarck, ex-CSA. O Potiguar de Mossoró mudou o comando técnico há uma semana e trouxe o técnico Dário Lourenço, ex-Vasco. O caçula Santa Cruz de Natal, atual campeão da segunda divisão, sonha alto no torneio deste ano.
ABC
Atual campeão potiguar, o ABC é o favorito para a nova disputa que começa neste fim de semana. Com a base do elenco que conquistou o acesso à Série B do Campeonato Brasileiro deste ano mantida, o Mais Querido focou nos treinamentos físicos e não fez jogo-treino ou amistoso durante a pré-temporada. Os destaques da equipe são o experiente goleiro Edson, o jovem meia Erivélton, que fez bons jogos na Terceirona e marcou o gol do acesso, e o atacante Nando, que foi artilheiro do estadual do ano passado. Por outro lado, o time teve duas importantes perdas no elenco: as saídas do meia Lúcio Flávio e do atacante Jones Carioca, além da mudança nas laterais.
ABC campeão potiguar (Foto: Fabiano de Oliveira)
Por conta disso, a diretoria alvinegra contratou o lateral-direito Levy, titular do Remo durante toda a Série C do ano passado, o lateral-esquerdo Romano, campeão da terceira divisão nacional e eleito melhor lateral pelo Boa Esporte, e o atacante Túlio Renan, que foi destaque no Ypiranga-RS. A única lacuna ainda é no meio-campo para preencher a camisa 10, mas o clube está em negociação com alguns jogadores. A chance pode surgir para a garotada que fez parte do elenco que disputou a Copa São Paulo de Futebol Júnior.
ALECRIM
Sem conquistar um estadual há mais de 30 anos, o Alecrim acredita que 2017 será alviverde. Para isso, o Periquito buscou um reforço de peso fora das quatro linhas: o técnico Athrison Mazzoli. Ex-jogador do Flamengo, Bayer Leverkusen, Juventus e seleção brasileira, Athirson está em seu terceiro clube como treinador e quer engrenar na carreira. No elenco, 34 jogadores e alguns nomes conhecidos no futebol local, como o goleiro Messi e o volante Carlos Mipibu, remanescentes do elenco que chegou à final do segundo turno do Campeonato Potiguar no passado. A aposta do clube é na base e nove jogadores que disputaram a Copa São Paulo de Futebol Júnior foram incorporados ao grupo principal.
RN - Athirson Mazzoli, técnico do Alecrim (Foto: Diego Simonetti/Blog do Major)
Com empresários auxiliando na construção do departamento de futebol, o Verdão buscou parcerias e contratou um "pacotão" de jogadores, como os meias Moisés, ex-ABC e Macaé, e Calebe, que está emprestado pelo Vasco. Para deixar o grupo mais maduro, chegaram os atacantes André Neles, que foi campeão da Série B pelo Palmeiras, em 2003, e tem passagens por Atlético-MG, Internacional, Benfica e já foi artilheiro do estadual em 2011, pelo América-RN, e Neto Potiguar, que estava no América-RN no ano passado, mas acabou dispensado antes da competição local.
AMÉRICA-RN
Os insucessos de 2016 deixaram marcas ainda sentidas no América-RN. A perda do estadual para o rival ABC, as eliminações precoces na Copa do Nordeste e Copa do Brasil e o rebaixamento para a Série D do Campeonato Brasileiro provocaram uma reformulação no departamento de futebol americano. Para ressurgir, o clube contratou o técnico Felipe Surian, que foi campeão da quarta divisão nacional com o Volta Redonda. Do clube carioca vieram outros cinco jogadores campeões brasileiros: o lateral-direito Osmar, o zagueiro Daniel, os meias Marcos Júnior e Michel Cury e o atacante Dija Baiano, artilheiro do Voltaço na competição com seis gols. Além deles, mais 10 reforços chegaram ao grupo, que busca um recomeço em 2017.
América-RN - Felipe Surian - jogadores (Foto: Canindé Pereira/América FC/Divulgação)
A média de idade da equipe é de 25 anos, que conta com algumas apostas da base, como o volante Anthony e o meia Marcelinho, com passagem pelo Flamengo, ambos com 18 anos. Outras peças de destaque no grupo alvirrubro são os goleiros Vinicius, ex-Atlético-PR e Fred, ex-Santa Cruz e o volante Memo, que esteve no início da Série C do ano passado, foi jogar no futebol indiano e retornou ao Mecão. Outro amuleto do Mecão para a temporada é a parceria com a Arena das Dunas, que deixou o estádio "vermelho".
ASSU
Campeão estadual em 2009, o Assu aposta no intercâmbio esportivo para voltar a subir no futebol potiguar. A diretoria alviverde firmou parceria com um empresário da Colômbia e trouxe o técnico José Cortina, que não teve sucesso no trabalho exercido no comando do Visão Celeste durante a última edição da segunda divisão estadual, e dois jogadores - o lateral-direito Edson Gamboa e o meia Alex Perez. A pré-temporada do Camaleão do Vale teve início em novembro do ano passado e 30 atletas integram o elenco, que ganhou alguns reforços na semana que antecede o Campeonato Potiguar.
Assu - José Cortina, técnico - jogadores (Foto: Francielle Manoel/Assu/Divulgação)
Com estádio próprio, o Edgarzão, o Assu quer fazer da sua casa um "caldeirão" contra os adversários e chegar à final da competição. No grupo, nomes experientes do futebol local como o laterais Gilberto Matuto e Nininho, que disputaram a competição do ano passado pelo Potiguar de Mossoró, e o volante Lano, que tem um currículo no clube do Vale do Assú. O Camaleão ainda tem outras peças, como o meia Dhiego Lomba e o atacante Dedé Macaíba, contratado após se destacar em um campeonato amador em Macaíba, na Grande Natal.
BARAÚNAS
Último clube a começar a preparação para o Campeonato Potiguar deste ano, o Baraúnas corre contra o tempo para não decepcionar em campo. Com a parceria de empresários locais, a diretoria acertou a contratação do ex-jogador Barata, que terá a primeira oportunidade como treinador na carreira. Ídolo do ABC e na Europa, principalmente em Portugal e Espanha, Barata atuou com auxiliar técnico em outras equipes e, agora, tem em mãos uma equipe jovem para buscar o bicampeonato. A última vez que a torcida do Leão do Oeste soltou o grito de campeão foi em 2006.
Baraúnas - elenco Campeonato Potiguar 2017 (Foto: Yhan Victor/ACEC Baraúnas/Divulgação)
A formação da Leão aconteceu por intermédio do ex-jogador e empresário Marquinhos Mossoró. As contratações foram acertadas com atletas de base de clubes da região Sudeste. Por outro lado, peças importantes do futebol nordestino, como o retorno do goleiro Érico e a chegada do atacante Rony, que disputou a última Série D pelo Estanciano, reforçam a equipe tricolor. Por falar em experiência, a imagem do grupo é o zagueiro Nildo, de 41 anos, que vai para sua sétima passagem no Baraúnas e deve pendurar as chuteiras após o estadual.
GLOBO FC
Vice-campeão potiguar em 2014, o Globo FC acredita que pode conquistar o inédito título estadual esse ano. Da equipe que disputou a Série D do Campeonato Brasileiro em 2016, apenas um jogador não está no atual elenco, o volante Niander. Por outro lado, a Águia buscou um reforço de peso para a temporada com a contratação do meia Bismarck, ex-CSA. Será a primeira vez que o jogador, que é nascido em Natal, vestirá a camisa de um clube potiguar. No elenco, algumas peças se destacam pela liderança em campo, como o goleiro Rafael, o meia Renatinho Potiguar e o atacante Romarinho. A equipe foi a primeira a iniciar a pré-temporada e acumula 55 dias de preparação física e técnica para iniciar a competição.
Globo FC - Bismarck, meia (Foto: Rhuan Carlos/GloboFC/Divulgação)
Na edição deste ano, o Globo FC completará números importantes desde a sua fundação, em 2012. Quando entrar em campo na sexta rodada, a Águia fará a 100ª partida oficial, conquista alcançada também pelo goleiro Rafael; na estreia contra o ABC, neste domingo, o volante Leomir fará seu 50º jogo pelo Tricolor; e desde a chegada do técnico Luizinho Lopes, no dia 31 de março do ano passado, o clube acumula seis jogos de invencibilidade no estadual e ainda não perdeu em casa (o primeiro jogo foi no dia 2 de abril, na vitória por 3 a 1 sobre o Alecrim).
POTIGUAR DE MOSSORÓ
Bicampeão estadual, o Potiguar de Mossoró sofreu uma mudança de comando na última semana. A chegada de Dário Lourenço, ex-Vasco, no lugar do contestado Zé Roberto, demitido mesmo após vencer um amistoso contra o Horizonte, por 3 a 1, parece ter dado mais confiança à diretoria e aos torcedores. Do elenco que disputou a Série D do Campeonato Brasileiro em 2016, permaneceram o goleiro Yuri; os zagueiros Cláudio Baiano, Marinho e Filipe Elói; os volantes Fernandes, Sidney e Jozicley; os meias Giovanni, Diego Upanema e Ciel; e o atacante Ju. A diretoria contratou outros 17 jogadores, entre eles o lateral-direito Glaubinho, ex-Globo FC, e o atacante Lucas Viccari, ex-Coritiba.
Potiguar de Mossoró - jogadores 2017 (Foto: Marcelo Diaz/ACDPotiguar/Divulgação)
O Time Macho não perde como mandante no estadual desde o dia 22 de abril (quando foi derrotado pelo América-RN por 3 a 2). De lá para cá, são sete jogos, sendo três vitórias e quatro empates. O problema para esse ano é que o Estádio Nogueirão, em Mossoró, está interditado pelo Corpo de Bombeiros e não foi liberado após uma vistoria técnica realizada na última semana. Desse modo, tanto o Potiguar quanto o Baraúnas mandarão seus jogos no Estádio Edgarzão, em Assú.
SANTA CRUZ DE NATAL
Desativado no início da década de 80, o Santa Cruz de Natal voltou às competições profissionais em 2015. No ano passado, o Tricolor foi campeão da segunda divisão do campeonato estadual e garantiu o acesso à elite do futebol potiguar. Na conquista do título, o Santa foi o dono do melhor ataque e da defesa menos vazada da competição. Responsável pelo comando da equipe, o técnico Higor César, que foi vice-campeão da elite em 2014 com o Globo FC, espera repetir o sucesso de 2016 na competição deste ano. A expectativa da equipe é conquistar uma vaga para a disputa da Série D em 2018.
Santa Cruz de Natal - treino Arena das Dunas (Foto: Diego Simonetti/Santa Cruz de Natal)
Apesar de manter a base, o Santa foi ao mercado e contratou o goleiro Willian, ex-ABC; o volante Ramon, que tem passagem pelo Alecrim e Globo FC; o meia Jean Natal, que jogou no América-RN e Comercial-SP; e o atacante Val Paraíba, que já atuou no Assu e é a esperança de gols do Tricolor. O clube vai mandar os jogos na Arena das Dunas, em Natal, e espera atrair a simpatia de torcedores de outros clubes.
Regulamento
Os campeões de cada turno garantem vagas para a Copa do Brasil e a Copa do Nordeste de 2018. A terceira vaga do Rio Grande do Norte para a Copa do Brasil será do clube com o melhor índice técnico, exceto os campeões. Caso um mesmo clube conquiste os dois turnos, será decretado campeão estadual sem a necessidade de um jogo final. Caso haja campeões distintos, a decisão do campeonato será realizada em jogos de ida e volta, com inversão de mando de campo. 
O campeão estadual representa o RN na Série D do Campeonato Brasileiro de 2018. No entanto, se o título for para ABC (que tem vaga na Série B), a vaga será do clube com o melhor índice técnico, considerando toda a competição. Haverá ainda o rebaixamento da equipe com pior aproveitamento nos dois turnos. As equipes são obrigadas a ter, no mínimo, cinco atletas nascidos a partir de 01/01/1994 entre os relacionados para as partidas. Confira o regulamento na íntegra.
FONTE: globoesporte.com/rn

ENDIVIDADA, CBFS PASSA A GESTÃO DA SELEÇÃO DE FUTSAL PARA CBF

PC Oliveira Brasil Futsal (Foto: Beto Costa/CBFS)A seleção brasileira de futsal será gerida pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) a partir de 2017. O anúncio oficial das mudanças na modalidade será feito na próxima quinta-feira, em coletiva de imprensa marcada para um hotel na Zona Oeste do Rio de Janeiro. No evento, também será apresentado o novo treinador da seleção. Campeão mundial em 2008, PC Oliveira está de volta ao comando do time verde-amarelo, após rápida passagem pelo cargo em 2015, quando foi apresentado, mas não chegou a assumir a equipe devido a um boicote de jogadores
PC atualmente ocupa a função de coordenador de metodologia de treinamento do futebol da Ferroviária de Araraquara. Após o fracasso na Copa do Mundo do ano passado, na Colômbia, quando amargou a eliminação nas oitavas de final diante do Irã, o Brasil estava sendo dirigido interinamente por André Bié, técnico campeão das Ligas Nacional e Paulista pelo Corinthians. 
O motivo da mudança na gestão da seleção é a grave crise enfrentada pela Confederação Brasileira de Futsal (CBFS), fundada em 1979, logo após o fim da Confederação Brasileira de Desportos (CBD). Até o primeiro semestre do ano passado, a CBFS tinha uma dívida estimada em R$ 6 milhões, o que fez com que a última comissão técnica da seleção brasileira abdicasse de salários em 2016 - os profissionais receberam apenas diárias de viagens e premiações por vitórias. O Brasil disputou o Mundial de "camisa limpa".
Com a passagem da gestão para a CBF, a CBFS cuidará apenas das seleções de base. Outras incumbências que continuarão na entidade máxima do futsal brasileiro são: promover o registro de jogadores e organizar algumas competições nacionais como a Taça Brasil de Clubes e a Superliga - a Liga Nacional de Futsal (LNF) se tornou independente em 2014.
Apesar de assumir a gestão da seleção de futsal, a CBF contratou uma empresa de marketing esportivo para fazer a gerência da modalidade. Os detalhes da gestão serão revelados na coletiva desta quinta. Procuradas pelo GloboEsporte.com, tanto a CBF quanto a CBFS não confirmaram a mudança, embora a CBF admita que o "tema foi levado à discussão da diretoria" em dezembro.
PRIMEIRA APROXIMAÇÃO FOI EM 2015
Brasil Irã oitavas de final Mundial de Futsal (Foto: Getty Images/Fifa)
O Brasil é um dos poucos países no qual o futsal tem confederação própria, o que faz com que as seleções de futebol e futsal usem uniformes diferentes uma da outra. Em 2015, no auge de uma crise política entre jogadores e dirigentes da CBFS, Falcão se aproximou de Marco Polo Del Nero na tentativa de levar a gerência da seleção para a CBF. As conversas, no entanto, não foram adiante, uma vez que Del Nero foi afastado do cargo.
Ainda em 2015, o presidente da CBFS, Marcos Madeira, teve um encontro cordial com Del Nero para tentar apaziguar a situação. O articulador do encontro foi o dirigente Weber Magalhães, que acumula cargos nas duas entidades. Na ocasião, Madeira fez um discurso em tom conciliador.
- A filiada à Fifa é a CBF e logicamente nós precisamos desse relacionamento estreito com eles. Todos os assuntos do futsal no nível internacional são tratados através da CBF, então nada mais normal do que esse bom relacionamento entre as confederações. Fomos muito bem recebidos pelo Del Nero e esperamos andar juntos daqui para frente. Quanto à seleção, esperamos chegar a um denominador comum com os jogadores em breve. Nós precisamos deles e eles precisam da gente - disse Madeira. 
ACORDO DE CAVALHEIROS PERMITIU A CRIAÇÃO DA 
CBFS
Fundada em 15 de junho de 1979, logo após o fim da Confederação Brasileira de Desportos (CBD), a CBFS nasceu de um "acordo de cavalheiros" entre João Havelange e Aécio de Borba Vasconcelos, fundador e presidente da CBFS até junho de 2014, quando renunciou após ser acusado de corrupção e nepotismo. Amigo de Aécio, Havelange - que presidiu a CBF de 1958 a 1975 e a Fifa de 1974 a 1998 - condicionou a criação da nova entidade à possibilidade de a CBF retomar o controle do futsal a qualquer momento, conforme previsto no  item VIII do artigo 5º do estatuto da entidade máxima do futebol brasileiro.
FUTEBOL DE AREIA SEGUE COM CONFEDERAÇÃO PRÓPRIA
Sediada em Fortaleza, a CBFS vive grave crise política e financeira agravada nos últimos anos, chegando a ficar impossibilitada de negociar patrocínio com empresas estatais devido à reprovação de seus balanços financeiros. Por conta dos problemas na entidade, a seleção chegou a ficar 284 dias sem jogar entre 2014 e 2015. Substituto de Aécio na presidência da CBFS, Renan Tavares deixou o cargo em março de 2015, quando Marcos Madeira foi eleito para um mandato de quatro anos. Madeira estará presente na coletiva da próxima quinta-feira, no Rio.
Assim como o futsal, o futebol de areia também é um esporte Fifa, mas possui confederação própria, reconhecida pela CBF. Atualmente quem gere a modalidade no Brasil é a Confederação de Beach Soccer do Brasil (CBSB), que travou briga com outra a entidade, a Confederação Brasileira de Beach Soccer (CBBS Brasil), pela gestão da seleção brasileira.
A ligação da CBSB com a CBF se dá através de um dos vice-presidentes da entidade máxima do futebol brasileiro, Fernando Sarney, que coordena todas as atividades em conjunto com a CBSB. O acordo não tira da CBF o papel de entidade administradora da modalidade, já que a parceria pode ser cancelada ou suspensa a critério da Confederação Brasileira de Futebol. 
Jogadores fazem a festa com o troféu da 11a conquista invicta da competição  - futebol de areia brasil seleção brasileira  (Foto: Marcello Zambrana / DGW)

Presidida por Rodrigo Royo, a CBSB usa seus próprios símbolos, uniforme para a seleção e se apresenta como "entidade reconhecida pela Confederação Brasileira de Futebol". 
*Colaborou Fabio Leme
FONTE: globoesporte.com

COM DOIS DESFALQUES, SANTA CRUZ DE NATAL RELACIONA 21 ATLETAS PARA A ESTRÉIA

Santa Cruz de Natal - Higor César, técnico - Jean Natal, meia (Foto: Diego Simonetti/Santa Cruz de Natal)O Santa Cruz de Natal terá dois desfalques para a estreia no Campeonato Potiguar neste sábado, contra o América-RN, na Arena das Dunas. A equipe não contará com o meia Jean Natal e o atacante Val Paraíba, que estão entregues ao departamento médico por conta de problemas musculares. O lateral-direito Eron e o atacante Felipe Piraju ainda não foram regularizados junto à CBF e também estão fora. A lista de jogadores confirmada pelo técnico Higor César é composta por 21 jogadores.
O confronto está marcado para as 20h, na Arena das Dunas. A partida terá a arbitragem de Leandro Saraiva Dantas de Oliveira, com Jean Márcio dos Santos e Edson Trajano da Cruz como assistentes. Os ingressos seguem à venda e podem ser adquiridos pelo site e bilheterias da Arena das Dunas.
Confira a lista dos relacionados: 
Goleiros: Willian e Daylon;
Laterais: David, Felipe e Naftaly;
Zagueiros: Luan, Mael, Raphael Cavalcanti e Victor;
Volantes: Ramon, Léo Henrique, Ray Silva e Hudson;
Meias: Diego Mipibu e Thiago Barra;
Atacantes: Índio Oliveira, Lenilson, Jackson, Igor Potiguar, Klysman e Daniel Caiçara.
FONTE: globoeesporte.com/rn

COM EX - MORENA DO " É O TCHAN" ABC MOSTRA OS NOVOS UNIFORMES PARA 2017

ABC - lançamento uniforme 2017 jogadores Scheila Carvalho Arícia Silva (Foto: Reprodução/Instagram)Com a presença da dançarina Scheila Carvalho, ex-integrante do grupo "É o Tchan", e a modelo Arícia Silva, que integra um programa humorístico, o ABC apresentou em uma festa para sócios e torcedores na noite desta quarta-feira, os novos uniformes do clube para a temporada 2017. Os novos mantos alvinegros são produzidos pela empresa Rinat, que confeccionou materiais para treinamentos, viagens e para os jogos ao longo deste ano.
ABC - lançamento uniforme 2017 jogadores - goleiros - Júnior Beliato, Edson e Jota (Foto: Jocaff Souza/GloboEsporte.com)
Em dia de modelo, os jogadores desfilaram por uma passarela e foram ovacionados pelo público. Os mais festejados foram o goleiro Edson, o volante Márcio Passos, o meia paraguaio Echeverría e o atacante Nando, que foi artilheiro do estadual do ano passado.
O técnico Geninho, que retornou de férias a Natal nesta segunda-feira e já está trabalhando com o elenco alvinegro, mostrou-se otimista para a atual temporada. Atual campeão potiguar, o Mais Querido estreia neste domingo, no Estádio Frasqueirão, contra o Globo FC. O Alvinegro disputa outras três competições na temporada: a Copa do Nordeste, a Copa do Brasil e a Série B do Campeonato Brasileiro.
ABC - lançamento uniforme 2017 Scheila Carvalho  (Foto: Luiz Henrique/GloboEsporte.com)- Nós estamos começando o ano em alto astral. Tivemos um ano de 2016 muito bom e criou-se uma expectativa muito boa para 2017.Vamos torcer para começar bem, para que a gente comece o campeonato estadual bem melhor do que o ano passado. O meu contato com a torcida sempre foi bom, sempre tivemos um relacionamento muito bom, nos respeitamos muito, entendo os anseios do torcedor e eles sabe que tem um profissional que trabalha sério e vai fazer de tudo para dar alegria a eles - planejou Geninho.
Coração Alvinegro 

A dançarina Scheila Carvalho conversou com o GloboEsporte.com e falou da emoção de voltar a Natal e ser uma das "musas" a desfilar com o uniforme do Mais Querido. Torcedora declarada do Cruzeiro, a dançarina revelou que assim como os torcedores do ABC, também se sentiu emocionada ao vestir a camisa alvinegra.

- Foi muito emocionante. Quando eu cheguei aqui e vi o clima da torcida, me surpreendi. Até me animou mais ainda. Eu vim animada e com os gritos de torcida me empolguei, me arrepiei. A torcida está de parabéns e se depender do time eles vão para a Série A. Fiquei muito feliz de representar a mulher alvinegra, mostrando o novo uniforme do clube, que ficou muito bonito... Adoro preto e branco. Com certeza, o ABC está agora no meu coração e vou levar essa camisa para a Bahia - contou Scheilla.

ABC - lançamento uniforme 2017 jogadores - Márcio Passos (Foto: Jocaff Souza/GloboEsporte.com)

ABC - lançamento uniforme 2017 jogadores - Erivélton (Foto: Jocaff Souza/GloboEsporte.com)

ABC - lançamento uniforme 2017 Scheila Carvalho (Foto: Luiz Henrique/GloboEsporte.com)

ABC - lançamento uniforme 2017 jogadores (Foto: Jocaff Souza/GloboEsporte.com)

FONTE: globoeesporte.com/rn