quinta-feira, 20 de abril de 2017

É CAMPEÃO! ABC VENCE POTIGUAR POR 2 A 1 E LEVA TÍTULO DO RETURNO DO ESTDUAL

ABC - campeão do segundo turno do Campeonato Potiguar 2017 (Foto: Augusto Gomes/GloboEsporte.com)

O ABC é o campeão da Copa Rio Grande do Norte do estadual 2017. O Mais Querido, que havia conseguido uma larga vantagem no primeiro jogo da final por 4 a 0, venceu mais uma vez o Potiguar de Mossoró, desta vez por 2 a 1, levantou o troféu do returno e garantiu presença na decisão do Campeonato Potiguar contra o Globo FC, vencedor do primeiro turno. Os gols do título, em jogo realizado na noite desta quarta-feira, na Arena das Dunas, foram marcados pelo atacante Nando. Luan ainda descontou para o Potiguar, aos 44 minutos do segundo tempo. O troféu de campeão foi entregue pelo Arcebispo de Natal, Dom Jaime Vieira Rocha, e pelo pároco de Parnamirim, Padre Murilo de Paiva, que é capelão e conselheiro do ABC.
Com o resultado, o Alvinegro garantiu a segunda vaga do Rio Grande do Norte na Copa do Nordeste e uma das vagas potiguares na Copa do Brasil, ambas em 2018. Quanto ao Time Macho, a equipe não conseguiu chegar na terceira colocação na classificação geral e perdeu a vaga na Série D do Campeonato Brasileiro de 2018 para o América-RN, caso o Mecão não conquiste o acesso à Série C esse ano.
As datas das finais do Campeonato Potiguar foram definidas pela Federação Norte-rio-grandense de Futebol nesta quarta-feira. O primeiro jogo acontece neste sábado, às 19h30, no Estádio Barretão, em Ceará-Mirim, com mando do Globo FC. O segundo confronto da decisão será realizado no dia 1º de maio, no feriado do dia do Trabalhador, às 17h, no Estádio Frasqueirão, em Natal, com mando do ABC, por ter obtido o melhor índice técnico durante a competição. Na classificação geral, o Alvinegro atingiu os 42 pontos, contra 36 pontos da Águia de Ceará-Mirim.
O jogo
ABC x Potiguar de Mossoró, na Arena das Dunas - gol de Nando (Foto: Diego Simonetti/Blog do Major)Com uma larga vantagem na decisão, o ABC foi para campo com seis modificações em relação ao time que venceu o primeiro jogo da final, no último domingo, e acabou colocando o "pé no freio". O Mais Querido cadenciou o ritmo em campo e optou pelos contra-ataques. Quanto ao Potiguar de Mossoró, a vitória era o único objetivo e os jogadores chegaram a ter algumas oportunidades no ataque, mas os erros nas finalizações e a marcação da defesa abecedista impediram os avanços do Time Macho. O Alvinegro foi quem teve as melhores chances, com Gegê, em um chute próximo à entrada da área e que acabou indo para fora; com Oswaldo, que cabeceou forte após cruzamento de Erivélton, mas Rafael Dida fez a defesa; e Echeverría, que bateu forte de esquerda em frente à trave adversária, mas mandou por cima do gol. Porém, o técnico Geninho mostrou preocupação com a lesão do volante Márcio Passos, que sofreu uma torção no joelho direito, deixou o campo amparado pelo departamento médico e virou dúvida para o primeiro jogo da decisão contra o Globo FC, neste sábado.
Na etapa final, brilhou a estrela do atacante Nando. O camisa 9 do ABC aproveitou um vacilo da defesa do Potiguar e uma saída mal sucedida do goleiro Rafael Dida, puxou para a direita e, aos cinco minutos, abriu o placar na Arena das Dunas. O segundo gol do Alvinegro aconteceu aos 26 minutos, após um rebote depois de Rafael Dida. A jogada foi iniciada com Dalberto, que bateu forte e o goleiro do Potiguar deixou a bola escapar. Na sobra, Nando chutou travado e, mesmo assim, colocou a bola no fundo das redes. Com a marca, Nando chega aos nove gols e é artilheiro do campeonato. Após o gol, Nando foi substituído por Caio Mancha e saiu de campo em meio a um misto de aplausos e vaias das arquibancadas. Aos 44 minutos, o atacante Luan ainda descontou para o Potiguar de Mossoró, depois de fazer uma boa jogada na ponta esquerda e contar  com o desvio da defesa alvinegra, que tirou o goleiro Júnior Beliato do lance. Nos acréscimos, o atacante Ju ainda colocou a bola para dentro do gol, mas a arbitragem marcou o impedimento e invalidou o gol.
Fonte: globoesporte.com/rn

sexta-feira, 14 de abril de 2017

ATACANTE DO POTIGUAR RESSALTA FOCO DA EQUIPE PARA A FINAL CONTRA O ABC

Potiguar de Mossoró - Robert, atacante (Foto: Wilson Moreno)
Um dos destaques na campanha que levou o Potiguar de Mossoró à final do segundo turno do estadual, o atacante Robert logo virou artilheiro da equipe. O jogador chegou ao clube no fim do primeiro turno e marcou quatro gols em sete jogos na competição. Para enfrentar o ABC neste domingo, no primeiro jogo da decisão, ele trabalha com foco redobrado para ajudar o Time Macho a vencer longe de casa e conquistar o título da Copa Rio Grande do Norte.
- Sabemos que vai ser um jogo muito difícil. O ABC tem uma equipe forte, como todo ano. Nós estamos preparados para isso. Sabemos da dificuldade, mas estamos preparados - declarou o atacante.
A classificação do Potiguar de Mossoró à final do returno contrasta ao máximo com a campanha feita pela equipe no primeiro turno. Em sete jogos na etapa final, o time conquistou quatro vitórias, dois empates e uma derrota para somar 14 pontos; contra duas vitórias, um empate e quatro derrotas no turno inicial, no qual teve apenas sete pontos. Entre um turno e o outro, a diretoria trocou o comando técnico (primeiro veio Emanoel Sacramento, e depois Pedrinho Albuquerque) e trouxe reforços, entre eles o Robert, para buscar a vaga para a decisão. Nem essa última troca de treinador atrapalhou a trajetória da equipe.
- (O time chegou à final) pela amizade entre os jogadores. O grupo está fechado. Acabei fazendo quatro gols e nós viemos (para o segundo turno) com o objetivo de ir para a final. Fui contratado com esse objetivo e, graças a Deus, nós conseguimos - continuou Robert.
O jogo do domingo tem início às 19h, na Arena das Dunas, e vai ser o terceiro entre o Potiguar de Mossoró e o ABC nesta edição do estadual. No primeiro encontro, quem saiu com a vitória foi o Alvinegro, com uma goleada por 5 a 1 no Frasqueirão. O segundo duelo foi disputado no Nogueirão, há uma semana, e o Time Macho conseguiu dar o troco - 3 a 2 -, sendo o único time a vencer o ABC no returno da competição.
Fonte: globoesporte.com/rn


AMÉRICA/RN INICIA "FAXINA" E RESCINDE COM OITO JOGADORES APÓS O ESTADUAL

América-RN - Dija Baiano, atacante (Foto: Augusto Gomes/GloboEsporte.com)

O América-RN segue o trabalho de reformulação no elenco e acertou, nesta quinta-feira, as rescisões de seis jogadores que disputaram o Campeonato Potiguar. A "faxina" alvirrubra começou após o acerto com o técnico Leandro Campos, que chega a Natal na próxima segunda-feira para comandar o Mecão na Série D do Campeonato Brasileiro, e oito nomes não fazem mais parte do elenco americano.
Após uma reunião com o grupo de futebol, deixaram o clube o lateral-direito Osmar, os zagueiros Daniel Felipe e Lucas Bahia, o volante Felipe Alves, e os atacantes Lúcio Curió, Raul, Tony e Dija Baiano. Esse último, chegou ao Alvirrubro como a principal contratação para a temporada, mas pouco produziu e marcou apenas um gol pelo clube alvirrubro. A informação foi confirmada por Eduardo Rocha, que integra o grupo de futebol americano.
- Fizemos as avaliações técnicas e as rescisões, de parte financeira, ficaram para o desfecho nesta quinta-feira. São esses oito jogadores e, somado aos três anteriores que saíram, fechamos a conta em 11 jogadores. No próximo domingo, quando Leandro Campos chegar a Natal, nós vamos nos reunir e ver a lista que ele está trazendo - revelou o dirigente alvirrubro.
Antes do acerto com o técnico Leandro Campos, a diretoria do Mecão já havia acertado as saídas do meia Michel Cury e dos volantes Ives e Michel Benhami.

Fonte: globoesporte.com/rn

CAMPEÃO DA SÉRIE COM O RIVAL ABC, LEANDRO CAMPOS ASSUME O AMÉRICA/RN

Leandro Campos, técnico do Itabaiana (Foto: Fillipe Araújo )Leandro Campos, ex-ABC, Itabaiana e Horizonte, será o técnico do América-RN na Série D do Campeonato Brasileiro. Um dia após a despedida da equipe no Campeonato Potiguar, com a vitória sobre o Assu, a diretoria rubra confirmou a saída de Flávio Araújo e oficializou o acerto com o novo comandante. Segundo Eduardo Rocha, a decisão sobre a contratação de Campos foi "uníssona" entre todos que compõem o grupo que vai gerir o futebol do Mecão no restante da temporada. A apresentação oficial está confirmada para segunda-feira, no CT Abílio Medeiros, em horário a definir.
- Agradecemos aos serviços de Flávio Araújo, mas era preciso pensar em mudanças e dar uma repaginada no América. Ele chega a Natal no domingo à tarde, e se reúne com o nosso grupo de futebol à noite, para definir o projeto do América rumo à Série C - declarou Eduardo.
O gaúcho Leandro Campos, 53 anos, tem uma passagem vitoriosa pelo arquirrival ABC, pelo qual foi bicampeão potiguar em 2010 e 2011, e campeão da Série C do Brasileirão, também em 2010. Nos últimos anos, passou por Joinville, Ceará, ASA, Treze, Marcílio Dias, Brusque, Itabaiana e Horizonte, seu último trabalho, pelo qual recentemente chegou às quartas de final do Campeonato Cearense. 
Flávio Araújo deixa o América-RN após a vitória sobre o Assu, que colocou o time rubro na terceira posição na classificação geral do estadual, com 22 pontos. Nesta curta passagem - 35 dias -, foram oito jogos disputados entre estadual e Copa do Nordeste, sendo três vitórias, três derrotas e dois empates. Flávio havia sido contratado pelo presidente Beto Santos, que renunciou ao cargo devido à crise enfrentada pelo clube, e só tinha vínculo até o término da participação no Campeonato Potiguar. Como não houve interesse de renovação após a oscilação do time nas últimas partidas, o grupo de futebol confirmou a dispensa.
Fonte: globoesporte.com/rn

"APRENDEMOS BASTANTES" DIZ TÉCNICO DO SANTA CRUZ APÓS PERMANÊNCIA NA ELITE

Santa Cruz de Natal - Júlio Terceiro, técnico (Foto: Diego Simonetti/Blog do Major)Garantido na primeira divisão do Campeonato Potiguar de 2018, o Santa Cruz de Natal agora vai querer tirar lições do que aconteceu neste primeiro ano na elite. Para o técnico Júlio Terceiro, tudo pode ser encarado como "aprendizado". O Tricolor sofreu o risco da queda para a Segundona do estadual até a última rodada. Mesmo com a derrota por 2 a 0 para o Potiguar de Mossoró, na Arena das Dunas, a sobrevivência foi garantida porque o Alecrim perdeu para o ABC por 2 a 1, no Frasqueirão.
Foram apenas duas vitórias na competição. A primeira foi conquistada apenas na quinta rodada do returno, diante do Baraúnas, quando já parecia ser impossível se livrar do rebaixamento. Era, até então, uma campanha de quatro empates e sete derrotas. Depois, veio o triunfo sobre o Alecrim, concorrente direto contra a degola. Foi o suficiente para garantir a permanência.
- Aprendemos bastante. Erramos muito e acertamos algumas coisas. Foram detalhes que a gente tem que ajustar para o ano que vem. Não sei se vou estar aqui até o ano que vem, mas o raciocínio é acertar mais. A gente já teve reunião sobre isso. Foi a primeira experiência de todos, do presidente e de toda a diretoria. Mas a gente conseguiu o maior objetivo, que era ficar na primeira divisão - declarou Júlio Terceiro.
O Santa ainda conviveu com o rebaixamento durante o jogo contra o Potiguar. Enquanto perdia por 1 a 0 do Potiguar, o Alecrim vencia o ABC no Frasqueirão. Era preciso pelo menos o empate para o time continuar na primeira divisão. Mas o empate alvinegro surgiu 16 minutos depois e aliviou a tensão para Júlio Terceiro.
- Quando o Alecrim fez o gol, eu tentei mudar o esquema. Tirei o volante e coloquei mais um meia para buscar o empate, mas logo em seguida fiquei sabendo que o Alecrim tinha tomado dois gols e eu cheguei até a dar oportunidade para um garoto da base. Queria ter tido oportunidade de colocar outros que estavam no banco. A realidade é que foi positiva a permanência do Santa Cruz - continuou.
Júlio Terceiro está no Santa Cruz desde 2016, quando disputou a segunda divisão estadual como jogador. Se aposentou no final da temporada, passou a ser gerente de futebol, auxiliar técnico e, depois de duas quedas de treinadores, acabou por assumir o comando da equipe. Com um grupo conhecido em mãos, reconheceu a baixa autoestima dos atletas e buscou recuperá-la em campo. Deu certo. 
- O mérito é todo dos atletas. Eles estavam derrotados e a única coisa que eu fiz foi implantar minha maneira de marcar e dar a felicidade para eles jogarem no ataque. O meu time não driblava, não tentava uma caneta, um chapéu... E eu quis dar essa liberdade para eles. Dei a felicidade, resgatei a alegria para eles poderem jogar de futebol. O jogador de futebol desde criança sonha em ser atleta e esse sonho tinha acabado para eles - completou o técnico.

Fonte: globoesporte.com/rn

AMÉRICA//RN VENCE O ASSU POR 2 A 0 E TIRA O CAMALEÃO DO VALE DA FINAL DO RETURNO

Na despedida do Campeonato Potiguar, o América-RN venceu o Assu por 2 a 0, com dois gols do atacante Daniel Morais, e subiu para a quarta posição no segundo turno, com nove pontos. O Camaleão do Vale, que precisa da vitória para chegar à final do segundo turno, acabou perdendo a vaga com a vitória do Potiguar de Mossoró, que passou pelo Santa Cruz de Natal por 2 a 0, na Arena das Dunas.
Com a vitória, o Mecão ocupa a terceira colocação geral do Campeonato Potiguar, com 22 pontos, e aguarda os jogos decisivos do segundo turno para saber se terá presença na Série D de 2018, caso não consiga o acesso à Série C esse ano.
Após um primeiro tempo com chances claras para os dois lados, os técnicos Barata, do Assu, e Flávio Araújo, do América-RN, buscaram mais jogadas ofensivas na segunda etapa e quem se deu foi o Mecão. Aos 25 minutos, após um cruzamento de Everton pela esquerda, Daniel Morais subiu mais alto do que a defesa do Camaleão do Vale e abriu o placar.
Em seguida, aos 30 minutos, Dija Baiano foi derrubado na área e o árbitro Leandro Saraiva marcou o pênalti. Na cobrança, Daniel Morais marcou o segundo gol, o quinto do atacante nos últimos três jogos. Após o gol, parte da torcida do Assu deixou o Estádio Edgarzão.
Fonte: globoesporte.com/rn

DE VIRADA, ABC BATE O ALECRIM POR 2 A 1 E DECRETA O REBAIXAMENTO DO VERDÃO

ABC x Alecrim, no Estádio Frasqueirão (Foto: Andrei Torres/ABC FC)
O ABC venceu o Alecrim, de virada, por 2 a 1 no Estádio Frasqueirão na noite desta quarta-feira, em Natal, e rebaixou o Verdão para a segunda divisão do Campeonato Potiguar. É o capítulo mais triste da história centenária do Alecrim, que enfrentou problemas durante toda a competição. Os gols foram marcados pelo atacante Léo Bahia, para o Alviverde, e pelo atacante Marques e pelo meia Gegê, para o Mais Querido, todos no segundo tempo. Com a vitória, o Alvinegro chega aos 18 pontos e vai para a final do returno contra o Potiguar de Mossoró, que venceu o Santa Cruz de Natal, por 2 a 0.
O Alecrim jogou no desespero para se livrar do rebaixamento. O time alviverde tentou ir para cima do ABC desde o primeiro minuto de jogo, mas sofreu com a organização do Alvinegro. Logo no início, Léo Bahia recebeu a bola pelo lado direito do ataque, conseguiu driblar três jogadores, mas se enroscou na linha de fundo. Os poucos torcedores do Verdão que foram ao Frasqueirão assistiam apreensivos e clamavam para o atacante tocar a bola. Na sequência, o ABC conseguiu responder com Echeverría, mas o goleiro Muralha, que substituiu o titular Messi, fez boa defesa para evitar o gol. O Mais Querido teve maior posse de bola, enquanto o Alecrim se segurava no esforço. Desgastados, muitos jogadores caíram em campo, com cãibras, durante a primeira etapa. Aos 44 minutos, o lateral Augusto teve a melhor chance para o Alecrim: bateu falta perigosa e Edson espalmou para escanteio.
O início do segundo tempo foi de muita pressão alvinegra. O gol quase saiu no primeiro lance ofensivo do time, com o cruzamento de Echeverría para a cabeçada de Caio Mancha, mas a bola passou no canto do goleiro Muralha com muito perigo e foi para fora. Nos dois lances seguintes, Caio Mancha teve mais duas boas oportunidades desperdiçadas. Era jogo de ataque contra defesa e muitos erros nas finalizações. Mas, a estrela do artilheiro Léo Bahia brilhou. Aos 12 minutos, o atacante limpou a marcação e acertou um lindo chute de fora da área. O placar de 1 a 0 para o Alecrim fez a festa dos torcedores. Em meio aos festejos, a alegria durou pouco. O atacante Marques marcou para o ABC e deixou tudo igual aos 28 minutos. Felipe Guedes quase virou com um chute colocado no ângulo de fora da área, mas Medalha se agigantou para defender. O Alecrim partiu para cima para tentar a vitória e deixou espaços atrás. Foi o fim: Gegê recebeu na entrada da área, em um contra-ataque mortal, e virou o jogo aos 42 minutos.
Fonte: globoesporte.com/rn